Postagens

Geraldo Alckmin anuncia filiação ao PSB e diz que o 'Tempo da mudança chegou'

Imagem
É considerado certo a escolha de Alkmin como vice de Luiz do ex-presidente Lula (PT) em 2022. O ex-governador de São Paulo anunciou hoje, que estará se filiando ao PSB após deixar o PSDB, partido que ajudou fundar. “o tempo da mudança chegou”, diz Geraldo Alkmin em um dos seus posts nas redes sociais e complementa: “ O momento exige grandeza política, espírito público e união. A política precisa enxergar as pessoas. Não vamos deixar ninguém para trás. Nosso trabalho para ajudar a construir um país mais justo e pronto para o enfrentamento dos desafios que estão postos está só começando.” Geraldo Alckmin, ex-secretários e aliados assinarão suas fichas de filiação ao PSB na próxima quarta-feira (23) em evento que está sendo organizado no Distrito Federal. A presença do ex-presidente Lula ainda não foi confirmada, mas tudo indica que não perderá a oportunidade de discursar favoravelmente a adesão de Alkmin ao movimento progressista.

Mercenário sergipano abandona Exército da Ucrânia e foge para a Polônia

Imagem
Mais um mercenário brasileiro foge para não ter que enfrentar os russos após o bombardeio que destruiu a base de treinamento. Foi a vez sergipano, Gabriel Matos , bater em retirada e deixar as fileiras do exército ucraniano para trás. Matos, natural de Canhoba, informou pelas redes sociais que já não se encontrava "no terreno", pois está na Polônia. Os "corajosos" mercenários brasileiros são aqueles que têm fetiche por armas, coturnos e fardas militares, mas não são capazes de lutar em uma guerra de verdade.  Geralmente são bolsonaristas narcisistas que exibem suas “habilidades” nas redes sociais para se autopromoverem e conseguirem novos seguidores. Eles não têm noção das reais dimensões de um conflito envolvendo uma potência militar como a Rússia.

Atenção | Senador e candidato à presidência, Alexandro Vieira deixa o Cidadania

Imagem
Informação importante de última hora; o pré-candidato do Cidadania à presidência, Alessandro Vieira, deixa o partido. Em nota , ele afirmou que a consequência desta postura é o crescente descrédito da classe política,  confirmado em pesquisas, mas ainda mais grave é lacuna de representação que se a larga a cada ano no Brasil, abrindo espaço para populistas e responsáveis e que ingressou no Cidadania. Candidato à presidência da república, Alessandro Vieira foi delegado da Polícia Civil e está estreando no seu mandato como Senador Federal pelo Estado do Sergipe. Ele se mostrou um parlamentar de muito destaque e técnico na CPI da pandemia. Alessandro afirma que ao longo desses anos tem plena convicção que representou este sentimento no Senado e também no partido, tendo a coerência o espírito público e a transparência como princípios norteadores do seu trabalho. Ele revela que o motivo do rompimento com o Cidadania é manutenção de Roberto Freire como dono do partido por 34 anos, chega

Nova pesquisa Ipespe | Lula tem 43%, Bolsonaro, 28%, e Ciro e Moro empatam com 8%

Imagem
Em um levantamento encomendado pela XP, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém liderança isolada nas intenções de voto na nova Ipespe, divulgada nesta sexta-feira. A pesquisa foi realizada com 1.000 entrevistados de todas as regiões do país entre segunda e quarta-feira dessa semana. A margem de erro estimada é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos, com um intervalo de confiança de 95,5%. Veja o resultado da pesquisa: Lula – 43% Jair Bolsonaro – 28% Ciro Gomes – 8% Sérgio Moro – 8% João Doria – 3% Simone Tebet – 1% Eduardo Leite – 1% André Janones – 1% Felipe d’Ávila* – 0 Alessandro Vieira** – 0 Nenhum / não iria votar / branco / nulo – 7% Não sabe / não respondeu – 2% * Felipe D´Avila foi citado, mas não chegou a 1% de citações ** Alessandro Vieira foi testado, mas não foi citado por nenhum respondente. João Doria Luiz Inácio Lula da Silva Pesquisas Eleitorais Sergio Moro XP investimentos Fonte: VEJA.

Requião se filiará ao PT no próximo dia 18 de março com a presença de Lula em Curitiba

Imagem
Conforme o Blog do Esmael, o ex-senador Roberto Requião, pré-candidato ao governo do Paraná estará se filiando ao Partido dos Trabalhadores na próxima sexta. A filiação se dará em um evento com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Requião, aguardava as negociações entre o PT e o PSB para formar uma federação, para só então, se filiar ao Partido Socialista Brasileiro. Como não houve acordo e o PSB paranaense e lideranças locais se aproximaram da candidatura à reeleição do Ratinho Júnior, também pré-candidato ao governo, optou pela filiação ao PT. O ex-governador já havia manifestado interesse em se filiar à sigla do presidente Lula e ajudá-lo na eleição. Lula lidera as pesquisas de intenção de votos naquele estado e o apoio fortaleceria sua própria campanha contra o bolsonarista.

O entrave com o PSB continua e o partido não fará parte da Federação de Esquerda encabeçada pelo PT

Imagem
O entrave com o PSB continua após a federação composta pelos: PT, PCdoB e PV ter rejeitado a carta de condições dos socialistas para compor a aliança com os demais partidos. O PSB decidiu abandonar as abandonar discussões por federação na esquerda. Apesar de ficar fora da aliança, os petistas terão o apoio nas eleições contra Bolsonaro. Os partidos da aliança divulgaram a seguinte nota : “ As quatro agremiações, Partido dos Trabalhadores, Partido Socialista Brasileiro, Partido Comunista do Brasil e Partido Verde tem unidade na construção de uma frente para enfrentar Bolsonaro e reconstruir o Brasil, unidos na candidatura Lula presidente. Estamos convictos que esta decisão é um marco histórico e um passo decisivo para trilharmos a vitória eleitoral nas eleições de 2022, construir uma nova maioria que possa devolver a esperança a nosso povo. Nos últimos meses, o Partido dos Trabalhadores, o Partido Socialista Brasileiro, o Partido Verde e o Partido Comunista do Brasil, tem reali

O colunista Kennedy Alencar chamou o presidente da Ucrânia de irresponsável e inapto para o cargo

Imagem
O colunista Kennedy Alencar, chamou o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, de “ irresponsável e inapto ” para ocupar o cargo de presidente. O jornalista responsabiliza Zelensky de colocar civis inexperiêntes para enfrentar soldados da segunda potência militar do planeta, após a recusa da OTAN de se envolver diretamente no conflito. Para ele, o ex-comediante contribuiu para a escalada das tensões ao ignorar as reivindicações e alertas de Vladimir Putin e flertar com a OTAN. A russofobia europeia não perdeu tempo e transformou Volodymyr Zelensky em “herói” internacional. Apesar da chegada de armas e mercenários estrangeiros, a queda de Kiev é uma questão de tempo. O contingente do exército russo é o maior do mundo; estima-se que apenas 1% esteja envolvido na guerra da Ucrânia. Embora a mídia russa esteja censurada no ocidente e os veículos pro Estados Unidos coloquem o “herói” midiático derrotado o exército russo, verdade é outra. Os russos já dominam posições estratégicas par

Postagens mais visitadas deste blog

Armas e ditadura | a classe dominante não quer "espírito santo" nem democracia

Feitiço contra o feiticeiro | Deltan é condenado a indenizar Lula por caso do PowerPoint

O mal travestido de religiosidade e o projeto de poder das mentes doentias do país