Postagens

Mostrando postagens com o rótulo STF

Feitiço contra o feiticeiro | Deltan é condenado a indenizar Lula por caso do PowerPoint

Imagem
O ex-procurador da República, Deltan Dallagnol, terá que pagar indenização de R$ 75 mil por danos morais ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por ataques à honra durante a entrevista do PowerPoint . Os ministros concluíram que as expressões: “o grande general” e "propinocracia", usadas por  Deltan, teve o  objetivo de ferir a imagem do ex-presidente, já essas expressões pejorativas não constavam na denúncia contra Lula. A defesa de Lula afirmou que a entrevista coletiva de Deltan em setembro de 2016, “se transformou em um deprimente espetáculo de ataque à honra à imagem e à reputação” do ex-presidente. Foi pedido R$ 1 milhão em reparação por danos morais, mas após discussão, os magistrados fixaram a indenização em R$ 75 mil. Corrigido desde o mês em que a entrevista foi concedida, o valor final será superior a R$ 100 mil.

Denisse Dias Rosas Ribeiro é a delegada federal temida por Jair Messias Bolsonaro

Imagem
O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, é acusado de ter divulgado em agosto do ano passado, a íntegra de um inquérito sigiloso da PF. O objetivo foi atacar e lançar dúvidas na segurança das urnas eletrônicas. Intimado por Moraes para a explicar o vazamento, o presidente faz contorcionismo para não encarar a poderosa delegada que chefia a investigação sobre os ataques às instituições democráticas. Denisse Dias Rosas Ribeiro foi escalada pelo ministro Alexandre de Moraes, para ouvir o presidente, hoje, 28, no entanto, não compareceu, o que configura descumprimento de ordem judicial. A delegada foi a responsável pela condução do Inquérito nº 4828, dos atos antidemocráticos que culminou na prisão do ex-deputado federal e presidente do PTB, Roberto Jefferson, por ameaças aos ministros do STF. Bolsonaro foge dela como o diabo foge da cruz. Denisse possui uma larga experiência na Polícia Federal. Foi a primeira mulher a integrar o Comando de Operações Táticas (COT), unidade

O terrivelmente evangélico permanecerá na geladeira até Bolsonaro indicar outro nome

Imagem
  Apesar de protestos e pressões dos pastores, Silas Malafaia, Marco Feliciano e do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, o terrivelmente evangélico, André Mendonça, permanecerá na geladeira até surgir outro nome. Lewandowski rejeitou pedido para obrigar Alcolumbre a marcar sabatina de Mendonça. O mandado de segurança foi apresentado pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Podemos-GO), em meados de setembro, após várias tentativas para que Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, através do presidente do Senado marcasse a sabatina com o candidato a vaga no Supremo. A vaga no STF foi uma garantia de Bolsonaro, após chutar o seu principal cabo eleitoral, ex-juiz Sérgio Moro, que aguardava ansiosamente ser indicado para o Supremo, conforme acordo firmado antes das eleições de 2018. No entanto, Bolsonaro estava com o rabo preso aos evangélicos por promessas de campanha e anunciava que a sonhada vaga de ministro do STF seria ocupada por um terrivel

O descarte do terrivelmente evangélico para vaga do Supremo

Imagem
Após chutar o seu principal cabo eleitoral, ex-juiz Sérgio Moro, que aguardava ansiosamente ser indicado para o Supremo, Bolsonaro anunciava que a sonhada vaga de ministro do STF seria ocupada por um terrivelmente evangélico. André Mendonça ocupou o cargo de ministro da Justiça deixado por Moro, na certeza de ser indicado para ocupar a vaga de Marco Aurélio Mello. Trabalhou intensamente para isso “como servo do profeta”. Para agradar o chefe, chegou até mesmo fazer valer a lei de segurança nacional do tempo ditadura para perseguir críticos do governo, enquanto poupava os filhos do presidente. Atuação de André Mendonça como ministro da Justiça foi de um reles bajulador e não convenceu a maioria dos congressistas, que dificilmente passará pela sabatina . Diante desse cenário desfavorável, a indicação do pupilo do presidente está parado no Senado há dois meses. Por outro lado, Augusto Aras foi colocado em banho-maria, sem ser reconduzindo a PGR. Para o site OAntagonista , isso seria u

Postagens mais visitadas deste blog

Armas e ditadura | a classe dominante não quer "espírito santo" nem democracia

Feitiço contra o feiticeiro | Deltan é condenado a indenizar Lula por caso do PowerPoint

O mal travestido de religiosidade e o projeto de poder das mentes doentias do país