Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Fake News

A tendência é que os fanáticos permaneçam com o mito e a elite migre para o 'justiceiro'

Imagem
A desaprovação de Bolsonaro é o menor desde o início do seu mandato. 65% dos entrevistados afirmaram ter uma imagem negativa do mandatário da nação e apenas 19% classificam a administração como ótima ou boa, segundo nova pesquisa Atlas , divulgada nesta segunda-feira (29). Essa queda brusca de popularidade se deve a entrada do seu ex-ministro da Justiça na disputa eleitoral. Atualmente, o ex-juiz já é a maior ameaça ao ninho bolsonarista, que teme ficar fora do segundo turno. O "gabinete do ódio” já está na linha de frente contra Moro, que conta com a grande mídia para atacar o ex-presidente Lula. O ex-juiz de Curitiba acolherá os desiludidos com o mito, incapaz impor a sonhada ditadura para perseguir a esquerda. Portanto, trocam o ditador pelo justiceiro na esperança que ele faça o que presidente não conseguiu concretizar, perseguir a esquerda,  como fez quando estava à frente da Lava Jato .  Aliás, o ex-ministro já foi uma espécie de “Super Man” pela elite. Dessa vez será o

Suplente de Flávio abandona o barco bolsonarismo e pula para o lavajatismo de Moro

Imagem
O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública no governo Bolsonaro, Sérgio Moro, acolherá os náufragos do Titanic bolsonarista a deriva. Aliás, o ex-juiz de Curitiba já foi uma espécie de “Super Man” dessa turma. Dessa vez será o porto onde os botes salva-vidas aportarão. Segundo o colunista Guilherme Amado, Leonardo Rodrigues (Patriota-RJ), estará se filiando ao Podemos para se candidatar a deputado federal em 2022. Rodrigues, é o segundo suplente do Senado Federal, ao lado do senador eleito Flávio Bolsonaro. O ex-bolsonarista já foi acusado de receber propina , quando era secretário estadual de Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro no governo de Wilson Witzel. Atualmente, o ex-juiz já é a maior ameaça ao ninho bolsonarista, que teme ficar fora do segundo turno com a candidatura do ex-ministro. As reações já começaram com ataques como: comunista !

O véio da Havan pula do barco e troca o bolsonarismo pelo lavajatismo

Imagem
O empresário Luciando Hang é um dos maiores aliados de Bolsonaro (sem partido), mas confessa se sente incomodado com a forma pejorativa que esse o rótulo é usado e ressalta que não concorda com tudo que o governo Bolsonaro faz. Essas observações são claros sinais de quem já decidiu abandonar o navio a deriva. Hang, já se ancorou em Sérgio Moro, a quem não poupa elogios pelas suas ações contra o PT; “Sem a operação Lava Jato, talvez o PT estivesse no poder até hoje. A Lava Jato mostrou as entranhas do poder, das estatais brasileiras, o quanto nós somos roubados diariamente”, diz o convertido em eleitor de Moro. O ex-bolsonarista avalia uma candidatura ao Senado pelo estado de Santa Catarina em 2022, no agrupamento do ex-juiz de Curitiba. O dono das lojas Havan afirmou que decidirá até abril se disputa a um cargo. Ele alega que há muitos “candidatos ruins” e que “não acreditam no capitalismo, no trabalho, na meritocracia como forma de crescimento”, afirmou o empresário. A verdade

Acabou para Allan dos Santos pedido de extradição chega aos Estados Unidos

Imagem
Confiante por ser “protegido” pelos filhos do presidente, o blogueiro Allan dos Santos desafiava e xingava o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, chegando ao cúmulo de compará-lo a um estuprador. A prisão do bolsonarista  miliciano digital   foi decretada há 4 samanas, no entanto, havia manobras para que não fosse cumprida. Coincidentemente, a delegada Silvia Amélia, chefe do setor do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Internacional (DRCI), responsável pela extradição do bolsonarista, foi demitida do cargo. Contudo, acabou para o fiel cão de guarda do clã bolsonaro, a ordem de para embarcá-lo para o xilindró já chegou ao governo americano.

Bolsonaristas das redes sociais parte com fúria para cima do candidato da Globo

Imagem
As eleições de 2022 será marcada por uma verdadeira guerra das milícias digitais entre Jair Bolsonaro e seu Rival, Sérgio Moro. Ambos possuem um grande “exercito” nas redes, prontos para os embates que seguirão até o próximo ano. A internet estará poluída de lixo eletrônico até lá. As milícias digitais de Bolsonaro já partiram para o ataque. Segundo o site  DCM , os bolsonaristas foram responsáveis pela maioria dos comentários sobre a filiação de Sérgio Moro ao Podemos. 49% das menções ao assunto no Twitter partiram de simpatizantes do presidente. 28% delas foram de apoiadores do ex-juiz. O ex-juiz conta com ativistas lavajatistas que lideram grupos de quase 3 milhões de seguidores nas redes sociais que participaram ativamente nos protestos pro Lava Jato e em apoio a Bolsonaro em 2018. Essa briga entre “criador e criatura”, beneficia o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que pode vencer em primeiro turno, com folga.

Vem aí uma nova avalanche de bolsonaristas para aparelhar o governo no ano eleitoral

Imagem
2022 será ano eleitoral e o presidente Jair Bolsonaro terá a oportunidade aparelhar o estado com uma avalanche bolsonarista em posições estratégicas. Isso será possível graças a aprovação pela Câmara no dia 8, de um aumento de quase 50% das vagas em cinco tribunais. Serão nomeados 75 desembargadores nos seis tribunais regionais federais do país. Após aparelhar os cargos chaves com militares, pastores, seus principais aliados, uma canetada dessa magnitude era tudo que o presidente queria. Está tudo dominado! A família está protegida e esses novos funcionários serão aguerridos cabos eleitorais do chefe. A boa notícia é que, mesmo usando a máquina estatal como fosse sua, as chances de reeleição serão remotas, com o seu ex-ministro da Justiça nos calcanhares para tirar votos dos insatisfeitos e que perdera a fé no fé “messias” dos evangélicos. Além disso, o ex-presidente Lula está no páreo com ampla vantagem nas pesquisas de intenções de votos.

Deputado que espalhou fake news contra a urnas eletrônicas é cassado e se torno inelegível por oito anos

Imagem
   TSE cassa deputado bolsonarista por difundir fake news no Facebook durante votação em 2018. O presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, finalizou o placar em 6x1, que também deixa Deputado Estadual Fernando Francischini inelegível por 8 anos. O parlamentar cassado havia usado lives nas redes sociais para promover agressões infundadas contra a democracia e o sistema eletrônico de votação durante as eleições em que foi eleito. A mentira de Francischini rendeu uma auditoria pública no TRE do Paraná, que finalmente negou a impugnação de urnas em que teria havido a tal fraude. A cassação do delegado PF licenciado, deputado Fernando Francischini (PSL-PR), norteará futuros julgamentos contra as campanhas de desinformação (de fake news)  nas redes sociais . É o primeiro precedente da Corte a incluir as redes sociais no conceito de meios de comunicação com base no artigo 22 da Lei Complementar64/1990 . O uso  indevido dos meios de comunicação social  por políticos e autoridades configur

Alexandre de Moraes decretará novas prisões de bolsonaristas até o final do ano; quem será o próximo?

Imagem
  Alexandre de Moraes decretará novas prisões de bolsonaristas até o final do ano, publicou o jornalista Guilherme Amado, no Metrópolis . As prisões de mais extremistas será um duro golpe nas pretensões de Bolsonaro, que pretende usar as milícias digitais em 2022. Bolsonaro e seus filhos ficam em silêncio diante do pedindo de prisão de Allan dos Santos, a figura do “front” mais próxima do clã. O blogueiro é o responsável por fomentar teorias conspiratórias que alimentam os delírios antidemocráticos e anticomunistas da extrema-direita. Seguramente, o propagador oficial das fake news bolsonarista, será mais um que será abandonado, assim como os demais que perderam o prazo de validade. Essa prisão de Allan dos Santos tirou o sono do Carluxo, apontado como cabeça do “gabinete do ódio” e com grandes chances de ser o próximo da fila.

O pibull das fake news tem prisão decretada e é procurado pela Interpol para ser extraditado

Imagem
  Com o visto de turista vencido nos Estados Unidos, o pitbull das fake news, Allan dos Santos, agora é procurado pela Interpol para ser extraditado e preso no Brasil. A prisão preventiva do blogueiro bolsonarista foi determinada pelo ministro Alexandre de Moraes. O blogueiro é alvo de dois inquéritos que tramitam no STF que investigam ataques as instituições democráticas, autoridades, propagação de fake news e organização de atos antidemocráticos. A ordem de prisão acontece após o canal e as contas das redes sociais terem sidos encerrados. Segundo O GLOBO, a determinação para que o blogueiro fosse preso foi expedida há 15 dias pelo ministro do STF e que a embaixada do Brasil nos Estados Unidos foi informada.

Nem esquerda nem direita; o niilismo político de Ciro Gomes.

Imagem
  Ciro Gomes nunca foi de esquerda, a rivalidade entre o ex-governador do Ceará e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, vem de longe. Ciro Gomes deixou o governo do Ceará ( 1991-1994 ) com o mais alto índice de aprovação entre governadores de 12 Estados pesquisados pelo Datafolha. Uma aprovação que lhe rendeu o convite para assumir a pasta da Fazenda no governo de Itamar Franco, onde permaneceu por tumultuados 116 dias. Com um temperamento forte e declarações polêmicas, Ciro (PSDB) entra em choque com ninguém menos que Lula, líder sindical dos metalúrgicos do ABC paulista. Foi um embate de proporções nacionais que se repetiria nas corridas presidenciais de 1998 e 2002 . Lula tentou uma aproximação com Ciro para derrotar Bolsonaro em 2018, mas sem sucesso. Cogitado ara  ser vice de Lula em 2022, t eve o apoio da esquerda, mas escolheu seguir o conselho do extremista Olavo de Carvalho e voltou-se contra o maior líder da esquerda latino-americana. Eloquente no discurso, Ciro co

O mal travestido de religiosidade e o projeto de poder das mentes doentias do país

Imagem
  “ E, assim, eu creio, como sempre, que o meu comportamento está de acordo com a vontade do Onipotente Criador. Enquanto me mantiver de pé, serei contra o Judeu, defendendo a obra do Senhor.” Adolf Hitler em 1924, na autobiografia, o Mein Kampf . A CPI da pandemia revelou um verdadeiro antro no submundo do bolsonarismo. Ricos travestidos de religiosidade criaram redes de destruição de reputações que agem contra as instituições democráticas e sobretudo, o Supremo, guardião da Constituição. Os púlpitos das igrejas foram transformas em locais de propagação do ódio contra a esquerda e minorias tachadas de “comunistas” a ser combatida. São verdadeiros sepulcros caiados que não escondem a podridão dentro de si. O modus operandi é o mesmo da Alemanha nazista: "Gott mit uns", Deus está conosco. Antes de ser exterminados fisicamente, os judeus tiveram suas reputações assassinadas pela propaganda nazista, que os acusavam de deicídio. As ideias nocivas a respeito dos judeus como o

Bolsonaro é derrotado na MP para manter fake news na internet

Imagem
Robôs, perfis falsos de milícias digitais  bolsonaristas  continuam proliferando as redes. São perfis travestidos de policiais, criados para atacar e criminalizar a esquerda com fake news. Atrás deles estão parentes ou funcionários de políticos locais, que não querem se expôs em um debate aberto. É o caso de Henrique Santos , perfil do Facebook que usa a foto de Mario Maurício da Silva Pita Júnior, 34 anos, policial sergipano, falecido em maio, devido a covid-19. O verdadeiro dono do perfil é um baiano, que é policial lotado em Aracaju. O Marco Civil da Internet, oficialmente chamado de Lei n° 12 965/2014 , foi uma grande conquista para os brasileiros. O regulamento tem o propósito de estabelecer princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil, além da determinação de diretrizes para a atuação do Estado. No entanto, Bolsonaro pretendia que essas regras deixassem de valer com a MP nº 1068, de 2021, editada à véspera do dia 7 de setembro, para que as fake