Os irmãos negros 'albinos' que foram sequestrados pelo circo e anunciados como 'marcianos'

No início do século XX, muitas pessoas foram compradas, vendidas e exploradas como aberrações por promotores de circo americanos e europeus; com os irmãos Muse não foi diferente. Nascidos com uma forma rara de albinismo, George e Willie Muse, foram sequestrados por um promotor de shows circense, chamado James Shelton, que os apresentava como seres de outro planeta.

Eram chamados de “Eko e Iko, os Embaixadores de Marte”. Após 13 anos, longe da terra natal, agora com 30 anos, George e Willie Muse se apresentam no local de origem, em 14 de outubro de 1927. Quando eles começaram a cantar “It's a Long Way to Tipperary,” uma música que se tornou uma das favoritas deles durante a Primeira Guerra Mundial, George avistou um rosto familiar atrás da multidão.

Ele se virou para o irmão e disse: “Aí está nossa querida e velha mãe. Olha, Willie, ela não está morta”, os irmãos largaram seus instrumentos e finalmente abraçaram a mãe. Os seus exploradores diziam que seus pais estavam mortos. Harriett Muse, por sua vez, esgotou todos os recursos tentando encontrar seus filhos. Mas na atmosfera racista do Sul de Jim Crow, nenhum oficial da lei a levou a sério.

Até a Sociedade Humana da Virgínia ignorou seus pedidos de ajuda. Leia a matéria completa em: George e Willie Muse, Os Irmãos Negros Sequestrados pelo Circo (allthatsinteresting.com)

Postagens mais visitadas deste blog

Armas e ditadura | a classe dominante não quer "espírito santo" nem democracia

Feitiço contra o feiticeiro | Deltan é condenado a indenizar Lula por caso do PowerPoint

O mal travestido de religiosidade e o projeto de poder das mentes doentias do país